FORRÓ DA GOTA MISTURA BAIÃO COM GUITARRADA, XAXADO COM CHULA E XOTE COM CHAMEGO.

A banda já lançou dois discos autorais e leva sonoridades contemporâneas e urbanas para a tradição dos ritmos nordestinos.

Com fortes raízes na música e na poesia nordestinas, o Forró da Gota leva um som urbano e atual para a tradição dos ritmos regionais. Em 2021, a banda lançou seu segundo disco de estúdio, entitulado “Baianeira” e disponibilizado nas principais plataformas de música. Entre xotes, xaxados e baiões, são oito faixas de muito balanço e poesias “que falam do amor presente e do distanciamento social, dos problemas reais e da vida digital”, como descreve o próprio Kalu, cantor do grupo e compositor de todas as músicas do álbum. 

 

A música do Forró da Gota destaca a força rítmica do forró. Quem conduz tudo são as batidas da zabumba e do triângulo, que são temperadas com pitadas de rock, reggae e dendê. A formação original da banda não tem sanfona, que aparece nos discos e shows em momentos especiais. Na ausência do fole, o resfulengo fica por conta do fôlego inventivo do grupo e do diálogo entre desses ritmos e influências. A produção musical dos dois discos é de Kalu e Irmão Carlos.

 

No palco, além do trabalho autoral, o Forró da Gota traz releituras de grandes artistas nordestinos, como Luiz Gonzaga, Alceu Valença, Dominguinhos e Chico César. É um repertório que preza pelo regionalismo musical e poético e que apresenta todo esse apanhado de canções e referências com a fluidez e a descontração de um baile tradicional de forró, sem perder de vista a identidade urbana da banda. Portanto, o show sempre tem umas versões chamegadas de músicas de Nação Zumbi, Timbalada, Caetano Veloso e Cordel do Fogo Encantado, por exemplo. 

 

Idealizado pelo cantor, compositor e poeta Kalu, o Forró da Gota estreou em 2011, no Teatro Vila Velha, em Salvador, e hoje é composto por Kalu (voz, cavaquinho e guitarra), Alexandre Espinheira (zabumba e voz), Thiago Meota (triângulo e efeitos), Tomaz Loureiro (baixo) e Tito Fukunaga (flauta transversal). Além dos dois álbuns, a banda  também já lançou as faixas “Sem Machucar” (2020) e “Lua de Luiz” (2017), ambas na lista de singles do Forró da Gota nas plataformas digitais de música, e o disco “Forró da Gota Ao Vivo” (2016), disponível no YouTube do Forró da Gota.